sábado, 23 de janeiro de 2010

Incríveis imagens da natureza

Postado por Gisele Moraes às 08:00 2 comentários Links para esta postagem

Achei a cara do Logan (Volverine)!


Não parece o rosto de um monge indu?


Os traços do rosto não lembram as figuras renascentistas?



Medo... Parece o crânio de um gigante!


Medo também... Parece um homem agonizando...


Não é um homem dormindo?






Olha o bumbunzinho perfeito dela...






Perfeita! Tem certeza de que não é artificial? 








A mim lembrou um filhote de leão.


Agora  veja as que achei mais incríveis:










Realmente íncrível, não? A natureza é mesmo assombrosa!



sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Tecnologia

Postado por Gisele Moraes às 08:00 2 comentários Links para esta postagem




















O meu também...




quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Teste para cérebros enferrujados

Postado por Gisele Moraes às 08:00 1 comentários Links para esta postagem


Não deixe de ler:

De aorcdo com uma peqsiusa
de uma uinrvesriddae ignlsea,
não ipomtra em qaul odrem as
Lteras de uma plravaa etãso,
a úncia csioa iprotmatne é que
a piremria e útmlia Lteras etejasm
no lgaur crteo. O rseto pdoe ser
uma bçguana ttaol, que vcoê
anida pdoe ler sem pobrlmea.
Itso é poqrue nós não lmeos
cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa
cmoo um tdoo.
Sohw de bloa, não?


Fixe seus olhos no texto abaixo e deixe que a sua mente leia corretamente o que está escrito:



35T3 P3QU3N0 T3XTO 53RV3 4P3N45 P4R4 M05TR4R COMO NO554 C4B3Ç4 CONS3GU3 F4Z3R CO1545 1MPR3551ON4ANT35! R3P4R3 N155O! NO COM3ÇO 35T4V4 M310 COMPL1C4DO, M45 N3ST4 L1NH4 SU4 M3NT3 V41 D3C1FR4NDO O CÓD1GO QU453 4UTOM4T1C4M3NT3, S3M PR3C1S4R P3N54R MU1TO, C3RTO? POD3 F1C4R B3M ORGULHO5O D155O! SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3! P4R4BÉN5!





E aí? Conseguiu ler as duas mensagens?


Veja como é espetacular o funcionamento do nosso cérebro!
Há um tesouro em sua cabeça - uma mina de ouro entre suas orelhas.
Sabia que construir um computador, com as mesmas habilidades e características do seu cérebro, custaria mais que 3 bilhões de dólares?! Sabe como se escreve isso? Assim: um três seguido de dezoito zeros, US$ 3.000.000.000.000.000.000.



Percebeu seu potencial?



;)

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Memórias da infância

Postado por Gisele Moraes às 00:07 3 comentários Links para esta postagem
(Eu com 1 ano e meio de idade. Minha única foto de bebê e a mais antiga.)


Qual é a lembrança mais antiga que você possui? Aquela guardada lá no fundo do baú da memória, tão longe que, quando pensa nela, realidade e imaginação até se misturam e você não sabe mais o que é real e o que foi inventado por sua mente para "imendar" as partes que ficaram faltando?

Sempre tive boa memória de acontecimentos passados e de detalhes. Se os quero lembrar, lembro com perfeição.

A minha mais antiga lembrança foi de quando eu tinha apenas dois anos de idade, talvez dois e meio.

O engraçado é que nesta época aconteceu um fato muito relevante que marcou minha vida para sempre, que foi a separação dos meus pais. Mas, estranhamente, disso eu não me lembro...

Meu pai foi um alcoólatra, e quando bebia (o que acontecia quase todos os dias, segundo minha mãe) tornava nossas vidas um inferno. Ele ficava agressivo e sempre acabava batendo na minha mãe. Também costumava perder todo o pouco dinheiro que ganhava como serralheiro sendo enrolado pelos 'companheiros de copo' ou roubado no jogo. Estávamos já passando fome, quando minha mãe resolveu voltar para a casa da minha avó trazendo a mim e a minha irmã (três anos mais velha que eu) e deixando pra trás aquele homem que destruiu todos os seus sonhos.

É somente este ponto que minha memória consegue alcançar, este dia específico. Lembro que minha mãe, minha irmã e eu estávamos dormindo na sala da minha avó, em colchões improvisados. Provavelmente fazia somente alguns dias que estávamos lá. Eu acordei de madrugada e não consegui mais dormir. A luz de fora estava acesa e eu fiquei um tempão olhando pra ela até que veio a claridade. Fiquei pensando, lógico que não me lembro em quê, mas de repente me veio uma idéia estranha na cabeça... Algo me dizendo pra eu ir lá fora e procurar atrás da casa, que encontraria alguma coisa. Foi uma intuição muito forte! Nunca fui de acordar cedo, mas atendendo àquele estranho 'chamado', resolvi obedecer. Fui pra trás da casa. Tinha lá umas madeiras que meu avô tinha guardado. Fiquei morrendo de medo... era tão cedo que pairava aquela névoa. Mas eu não desisti. Procurei entre as madeiras e - encontrei! Encontrei um brinquedo! Era um gatinho (ou patinho talvez, ou cachorrinho...não sei) de borracha, daqueles que a gente aperta a barriguinha e faz barulho de apito, sabe? Fiquei tão feliz! Fui contar para todo mundo minha aventura e perguntar se pertencia a alguma criança o 'tesouro' que eu tinha encontrado. Pra minha felicidade, ninguém sabia de quem era ou de onde tinha surgido o tal brinquedo, e eu pude ficar com ele. Claro que ninguém deu bola pra mim. Era só um brinquedo bobo e eu era só uma criança boba...

Sim, realmente era um brinquedo bobo, e também uma lembrança boba... Mas levem em consideração que eu tinha só dois anos de idade, as circunstâncias em que encontrei o brinquedinho e a situação em que me encontrava na época... e eu, com tão pouca idade mas já seguindo meu coração, me aventurando, buscando 'tesouros' escondidos em lugares pavorosos... e no final, sendo vencedora! Já imaginou se no lugar do brinquedo eu tivesse encontrado uma cobra ou uma aranha venenosa?!

Deve ser verdade mesmo que o nosso cérebro 'apaga' as lembranças muito traumáticas. Eu poderia me lembrar do meu pai bêbado batendo na minha mãe, da coitadinha chorando toda machucada sem poder se defender, dos dias que não tínhamos nada pra comer, ou da minha mãe juntando nossas pouquinhas coisas, pegando o ônibus com duas filhas a tiracolo e voltando para a casa da mãe com seus sonhos de juventude todos despedaçados, não é?

Mas não... Só do que me lembro é do gatinho de borracha.
Sim... definitivamente era um gatinho.



domingo, 17 de janeiro de 2010

SOMOS TODOS IGUAIS

Postado por Gisele Moraes às 08:00 3 comentários Links para esta postagem
Veja como a desigualdade "no ecxiste": é só papo de comuna!

































sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

COISAS QUE SÓ AS MULHERES CONSEGUEM...

Postado por Gisele Moraes às 08:00 1 comentários Links para esta postagem





* Passar a vida inteira, lutando contra o próprio cabelo.

*Comprar uma blusa que não combina com mais nada, só porque o preço estava irresistível.

* Ser tratada feito idiota pelo mecânico na oficina.

* Fingir naturalidade durante um exame ginecológico.

* O poder de uma calça jeans para radiografar a estrutura do corpo.

* Ter crise conjugal, crise existencial, crise de identidade, crise de nervos!

* Ser mãe solteira, mãe casada, mãe separada, mãe do marido.

* Assistir a um vídeo tape de futebol, só para fazer companhia ao gato!

* Lavar a calcinha no chuveiro. E depois pendurá-la na torneira, para horror do sexo masculino.

* Escutar que: mulher no volante perigo constante; homem do lado perigo dobrado...

* Depilar a perna de 15 em 15 dias; com cera!

*Depilar a perna com cera e depois usar meia-calça...

* Rasgar a meia na entrada da festa.

* Sentir-se pronta para conquistar o mundo, quando está usando um batom novo!

* Chorar no banheiro, se olhando no espelho para ver qual o melhor ângulo.


* Achar que o seu relacionamento acabou, e depois descobrir que era tudo tensão pré-menstrual.

* Nunca saber se é para dividir a conta, ou se é para ficar meiguinha .

* Ser chamada de tia por uns brotinhos bem gatinhos.

* Colocar uma cinta para disfarçar a barriga.

* Ficar completamente feliz, por que ele ligou.

* Dizer não, para ele insistir bastante, e aí ter que dizer sim!

* Sorrir gentilmente para o cliente enquanto uma cólica louca lhe rasga como se fosse uma bazuca...

SÓ AS MULHERES ENTENDEM...


10. Por que é bom ter cinco pares de sapatos pretos;

09. A diferença entre creme, marfim, e bege claro;

08. Que chorar pode ser divertido;

07. Roupas soltas;

06. Uma salada, bebida diet, e um sundae de chocolate fazem um almoço equilibrado;

05. Descobrindo um vestido de marca em oferta pode ser considerada uma experiência de vida;

04. A inexatidão de toda balança;

03. Achar o homem ideal é difícil, mas achar um bom cabeleireiro é praticamente impossível;

02. Por que um telefonema entre duas mulheres nunca dura menos que dez minutos;

E O TÓPICO NÚMERO UM QUE SÓ AS MULHERES ENTENDEM:

01. AS OUTRAS MULHERES!



Envie esta mensagem para todas as mulheres, as quais você está feliz em tê-las como amiga e aos homens para compreendê-las.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Teste para novos Einsteins

Postado por Gisele Moraes às 20:11 4 comentários Links para esta postagem
Você se acha mesmo inteligente?
Então responda às perguntinhas do professor Einstein!
Duvido que acerte!





Preparado?

*Clique na resposta correta, depois retorne para a próxima pergunta:

1- Existe o dia 14 de julho, na Bélgica?
a) sim
b) não

2- Alguns meses têm 31 dias. Quantos têm 28 dias?
a) 1
b) 3
c) 6
d) 9
e) 12

3- O Islão permite que se case com a irmã da sua viúva?
a) sim
b) não

4- Se dividir 30 por 1/2 e acrescentar 10, qual será o resultado?
a) 25
b) 40
c) 70

5- Se uma cesta tem 3 maçãs e você tira 2, com quantas fica?
a) 1
b) 2
c) 3

6- Um médico te receitou 3 pílulas, que devem ser tomadas à cada meia hora. Quanto tempo dura o tratamento?
a) Meia hora
b) Uma hora
c) Uma hora e meia

7- Um fazendeiro possuía 17 ovelhas. Todas morreram menos 9. Com quantas fica?
a) 8
b) 9
c) 17

8- Quantos animais de cada sexo Moisés levou para a arca?
a) 1
b) 2
c) 0

9- Uma sala tem 4 cantos. Em cada canto está um gato. Cada gato vê três gatos. Quantos gatos estão na sala?
a) 16
b) 12
c) 4

10- Você participa de uma corrida e ultrapassa o segundo. Em que posição você fica?
a) Primeiro
b) Segundo
c) Terceiro

11- Se ultrapassou o último, em que posição fica?
a) Penúltimo
b) Último
c) Huuuuuummmmm.....

12- Quantos pares de sapatos tem uma dúzia?
a) 1
b) 6
c) 12



RecadosAnimados.com

A opinião de um homem sobre o corpo feminino

Postado por Gisele Moraes às 08:00 0 comentários Links para esta postagem


clipes e músicas

 


Não importa o quanto pesa. É fascinante tocar, abraçar e acariciar o corpo de uma mulher. Saber seu peso não nos proporciona nenhuma emoção.

Não temos a menor idéia de qual seja o seu manequim. Nossa avaliação é visual, isso quer dizer que se tem forma de guitarra... está bem. Não nos importa o quanto medem em centímetros - é uma questão de proporções, não de medidas.

As proporções ideais do corpo de uma mulher são: curvilíneas, cheinhas, femininas... Essa classe de corpo que, sem dúvida, se nota numa fração de segundo.

As magrinhas que desfilam nas passarelas, seguem a tendência desenhada pelos estilistas gays que odeiam as mulheres e com elas competem. Suas modas são retas e sem formas e agridem o corpo que eles odeiam porque não podem tê-lo.

Não há beleza mais irresistível na mulher do que a feminilidade e a doçura. A elegância e o bom trato são equivalentes a mil viagras.

A maquiagem foi inventada para que as mulheres a usem. Usem! Para andar de cara lavada basta a nossa!

Os cabelos, quanto mais bem tratados, melhor.

As saias foram inventadas para mostrar suas magníficas pernas. Por que razão as cobrem com calças longas? Para que as confundam conosco? Uma onda é uma onda, as cadeiras são as cadeiras e pronto.

Se a natureza lhes deu estas formas curvilíneas, foi por uma razão e um roteiro: nós gostamos assim. Ocultar estas formas, é como ter o melhor sofá embalado no sótão.

É essa a lei da natureza: que todo homem que se casa com uma modelo magra, anoréxica, bulêmica e nervosa, logo procura uma amante cheinha, simpática, tranquila e cheia de saúde.

Entendam de uma vez: tratem logo de agradar a nós e não a vocês mesmas! Porque, nunca terão uma referência objetiva do quanto são lindas, dito por outra mulher. Nenhuma mulher vai reconhecer jamais, diante de um homem, com sinceridade, que outra mulher é linda.

As jovens são lindas, mas as de 40 pra cima... são verdadeiros pratos fortes. Por tantas delas somos capazes de atravessar o Atlântico a nado.

O corpo muda, cresce... Não podem pensar, sem ficar psicóticas, que podem entrar no mesmo vestido que usavam aos 18.
Entretanto, uma mulher aos 45, na qual entre a roupa que usou aos 18 anos, ou tem problema de desenvolvimento ou está se auto-destruindo.

Nós gostamos das mulheres que sabem conduzir suas vidas com equilíbrio e sabem controlar a sua natural tendência a culpas.

Ou seja, aquela que quando tem que comer, come à vontade (a dieta virá em setembro, não antes); quando tem que fazer dieta, faz com vontade (não se saboteia e não sofre). Quando tem que ter intimidade com o parceiro, tem com vontade; quando tem que comprar algo que goste, compra; quando tem que economizar, economiza.

Algumas linhas no rosto, algumas cicatrizes no ventre, algumas estrias não lhes tiram a beleza. São feridas de guerra, testemunhas de que fizeram algo significativo em suas vidas, não tiveram anos 'em formol'  nem em spa... Viveram!

O corpo da mulher é a prova de que Deus existe. É o sagrado recinto da gestação de todos os homens, onde foram alimentados, ninados, e nós, sem querer, as enchemos de estrias, de cesáreas e demais coisas que tiveram que acontecer para estarmos vivos.

Cuidem-no! Cuidem-se! Amem-se!

A beleza é tudo isto!


Paulo Coelho





Related Posts with Thumbnails
 

Mundo Mulher Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare